Últimas Notícias
23.11.2015
Benguela: FMI impressionado com Refinaria Sonaref no Lobito
Categoria: Notícias
Benguela - O projecto de construção da Refinaria Sonaref, com capacidade para processar 200 mil barris de petróleo bruto /dia, a Norte da cidade do Lobito (Benguela), é crucial no desenvolvimento económico do país, considerou hoje o representante do Fundo Monetário Internacional (FMI) em Angola, Max Alier. O representante do FMI falava a jornalistas, a propósito da visita de trabalho que efectua, desde domingo, à província de Benguela, para verificar "in loco" a realidade social e económica, no âmbito do programa de assistência técnica dessa instituição financeira internacional às políticas económicas do Executivo angolano. Para Max Alier, a Refinaria do Lobito (que deverá criar cinco mil postos de trabalho) é, tal como o Caminho-de-Ferro de Benguela (CFB) e o Porto do Lobito, uma infra-estrutura que ajuda não só no desenvolvimento de Angola, como também dos países vizinhos. “Benguela é uma província estratégica que possui várias infra-estruturas”, ressaltou, para quem isso leva a que os desafios sejam muitos grandes, daí a necessidade de reforçar a participação do sector privado nos projectos públicos em curso. Destacou que as potencialidades económicas e sociais da província de Benguela abrem, de certa forma, perspectivas bastantes promissoras para reforçar o objectivo da diversificação da economia. Por outro lado, adiantou que o seu mandato de três anos à frente do FMI em Angola consistirá em acompanhar a implementação das políticas económicas do país e dos projectos que visam o desenvolvimento das populações, prestando sempre que necessário toda a assistência técnica ao Governo angolano. Ainda hoje, Max Alier inteirou-se dos trabalhos de requalificação dos diques de protecção dos rios Lengue, Mina e Cavaco, uma empreitada que visa garantir segurança às comunidades ribeirinhas de Benguela, através de correcções técnicas, para que em tempo chuvoso não haja inundações idênticas às registadas em Março e Abril deste ano, causando inúmeros danos humanos e materiais Acompanhado de membros do Governo Provincial de Benguela, o representante do FMI visitou, também, o Porto do Lobito e a estação do Caminho-de-Ferro de Benguela (CFB), além do loteamento Biópio – Culango (Cabrais), destinado à construção de casas para as vítimas das chuvas de Março último. O programa de visita do representante do FMI reserva, para terça-feira, uma palestra a estudantes universitários e um encontro com empresários locais no salão nobre da administração municipal de Benguela.
Fonte Angola Press

Voltar


 
 
Home . Representação Comercial . Conheça a Angola . Fotos . Vídeos . Documentos . Calendário e Eventos . Parceiros de Cooperação . Links Úteis . Cadastre-se . Localização . Contacto

Visualização recomendada 1024 x 768 pixels | Desenvolvido e Hospedado por Consultor Net